Veja como foi a trajetória da receita e despesa do município do Crato nos anos de 2014 até 2017!

Como de costume, o blog Cariri Transparente procura não somente informar sobre os gastos públicos dos municípios Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha, como também incentiva o senso crítico dos leitores, no intuito de motivá-los a exercer controle, fiscalizando o uso dos recursos públicos de forma geral. Pois bem, analisando o portal de transparência do município do Crato, é relevante informá-los sobre o comportamento da receita total arrecadada e a despesa total empenhada, que se trata de uma reserva orçamentária, ou seja, o comprometimento do orçamento público com as despesas que foram fixadas.Utilizamos os dados dos anos de 2014 até 2017 ( já que esse ano ainda não se encerrou). Eis os seguintes dados:

Receitas Despesas
2014 214.582.847,60 205.287.501,02
2015 217.923.470,19 217.477.501,23
2016 246.333.862,11 214.713.374,55
2017 247.475.842,32 226.354.553,74

Para fazer uma análise mais justa, o melhor é corrigir esses valores para o ano de 2017. Então segue a tabela corrigida:

 Receitas Corrigidas Despesas Corrigidas
2014 275.929.343,81 263.976.576,33
2015 263.795.136,47 263.255.293,55
2016 267.969.113,67 233.571.430,98
2017 247.475.842,32 226.354.553,74

Percebe-se que, pela tabela com os valores corrigidos a Receita Arrecadada teve uma queda, de 2014 para 2015, no valor de R$ 12.134.207,34. Já de 2015 para 2016 houve um aumento de R$ 4.173.977,20, contudo não foi maior que a receita de 2014. De 2016 para 2017 a receita arrecadada caiu novamente passando de R$ 267.929.113,67 para R$ 247.475.842,32 uma diferença de R$ 20.493.271,35, a maior queda até então neste período.

Por outro lado, a despesa também tem tido comportamento semelhante, apesar que nesse caso só houve queda. De 2014 para 2015 ela se manteve bem parecida, com uma pequena diferença para menos de R$ 721.282,78. Já de 2015 para 2016 ela teve uma queda mais significativa no valor de R$ 29.683.862,57. E de 2016 para 2017 também a despesa empenhada caiu, mas com uma diferença de R$ 7.216.877,24. Comparando os valores de 2014 e 2017 nota-se que houve uma grande diminuição nas despesas empenhadas do município. Para melhor visualização observe o gráfico comparativo das receitas arrecadadas e das despesas empenhadas.

 

1.1

Mas então por que, enquanto cidadão, eu preciso saber disso? Por que quando um município tem queda na sua receita arrecadada significa dizer que o município tem menos recursos para investir, por exemplo, na saúde, educação, lazer, na urbanização da cidade… pois a despesa, na administração pública, não pode ser maior que a sua receita, o que justifica a queda contínua das despesas, e consequentemente isso afeta o nosso dia a dia, uma vez que para se ter serviços de qualidade em qualquer área é necessário orçamento suficiente. E uma das receitas mais relevantes financeiramente é a receita tributária, que é a receita que inclui os nossos impostos, e quando há sonegação dos impostos, ou não é cobrado a nota fiscal ( já que é um mecanismo de diminuição da sonegação) então o município também acaba tendo menos recursos para investir na cidade. Portanto, como cidadão temos direitos e deveres, direitos de exigir que seja cumprida a lei pelos nossos gestores, mas também o dever de fazer a nossa parte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s